O ano de 2020 se inicia, e as primeiras palavras da liturgia são palavras de bênção.

“O Senhor te abençoe e te proteja. O Senhor ilumine para ti o seu rosto.”

Iniciar o ano imaginando que temos um Deus com um rosto luminoso significa afirmar que Deus tem um coração de luz, em que não há trevas, e que nesta vida, para ninguém a noite durará para sempre.

Irmãos e irmãs, este é o nosso desejo, que no ano que se inicia caiam as vendas que nos impeçam de ‘descobrir’ o Deus luminoso que a nós se apresenta. Um Deus cujo tabernáculo é a luminosidade de seu rosto: um Deus que faz festa pelo filho arrependido. Um Deus de braços largos e rosto de luz. Um Deus que é Pai e que nunca nos abandona.

E esse é o desejo de Deus para conosco hoje, refletirmos a luminosidade descoberta de seu rosto em nossas ações, em nossos gestos e nossas atitudes. E na reciprocidade, que possamos encontrar e ter ao nosso lado pessoas com a mesma luminosidade, quer seja em nossos lares, em nossa família, na comunidade, no irmão que está ao nosso lado e, sobretudo, nos ambientes em que vivemos.

A bênção de Deus continua proclamando: “O Senhor seja propício para contigo”. Os exegetas dizem que esta expressão indica o inclinar-se de Deus, o seu curvar-se amoroso sobre nós, os seus filhos.

O que acontecerá no ano que está se abrindo para todos nós? Não sabemos quais serão as surpresas que o novo ano nos reserva. Quais serão os nossos lamentos, nossas dúvidas, os porquês, as circunstâncias que viveremos. Porém, há uma certeza! O Senhor se inclinará sobre nós. Com Ele poderemos ir longe.

Enfrentaremos as lutas, suportaremos o cansaço. E confiantes seguiremos, porque Deus estará sempre conosco, curvado sobre nós com seu amor e sua misericórdia, Ele será a nossa proteção, a nossa luz. E assim como Jacó diremos: “não te deixarei, se não me abençoares” (Gn 32,27).

O término da bênção de Araão nos deseja: “o Senhor te conceda a paz”. Paz, que é o contrário do medo. Paz, que é o menino no colo da mãe. Shalom! –  tal qual a palavra que os judeus usam para manifestá-la, que indica alegria, harmonia, justiça, difundida de Deus e que se revela na vida inteira.

Que Deus nos conceda a PAZ em todos os dias de 2020.