Estamos para iniciar um novo ano litúrgico. O ano litúrgico atual termina dia 26 deste mês com a celebração de Cristo Rei e um novo ano litúrgico começa com o período do Advento.

Sempre gosto de falar que novembro é o mês da esperança, é o mês de fazer um balanço para saber como está a nossa vida. É neste mês que celebramos o dia de todos os santos e de todos aqueles que viveram neste mundo, chegaram até o fim de foram vitoriosos. Por isso, a gente celebra os santos de Deus, aqueles que foram até o fim da caminhada e foram santificados porque fizeram a vontade do Senhor.

Neste novo ano, a gente sempre tem a esperança de novos caminhos, de novas possibilidades. Quanta coisa vai acontecer na Igreja em Londrina? E em nossa comunidade, de modo especial, vamos comemorar os 60 anos de criação de nossa paróquia e celebrar também a Semana Missionária como parte das Santas Missões Populares.

Este é um período de pedir o engajamento das pessoas. Nós sabemos que muitas coisas deverão ser deixadas de lado para priorizar as missões. Por isso, nós precisamos contar com a união de todas as pessoas, de todas as pastorais e movimentos, para que todos possam estar unidos em torno do mesmo serviço.

A gente pede para as pessoas irem se preparando, não para o seu trabalho sozinho, mas para o trabalho de todos em conjunto. O nosso olhar, neste momento, deve se voltar para o futuro. Nós devemos ter um olhar para a nossa arquidiocese e também para a nossa comunidade. Toda a comunidade deve se mobilizar em torno daquilo que deve ser feito.

Apesar de todas as dificuldades, em especial a falta de tempo das pessoas, a gente vai ter um ano bastante promissor na paróquia. Por isso, há necessidade de mais operários para a messe. Este convite é feito desde os tempos de Jesus, mas aceitá-lo depende da vontade e da disponibilidade de cada um.

O mundo hoje está num corre-corre alucinante e cada vez as pessoas estão com muitos problemas pessoais, financeiros e familiares. E então elas começam a se distanciar da família igreja. A família está exigindo, o trabalho está exigindo, as pessoas não querem compromisso. A gente vê o sofrimento do povo. Tem muita gente abatida porque o fardo está pesado demais.

As pessoas vêm para a igreja para buscar um alivio para o cansaço. A gente espera que o começo de ano seja bem melhor. Nesta época muita gente quer fazer o seu descanso necessário para começar o novo ano com compromisso. É tempo de recomeçar.

Padre Pedro Ramos de Faria, SAC
Pároco
joyeria pandora joyeria pandora