A Paróquia Nossa Senhora Rainha dos Apóstolos é um dos ecopontos de coleta do óleo de cozinha do Projeto Óleo Solidário, desenvolvido pela Cáritas Arquidiocesana de Londrina. O projeto existe desde 2013 e tem como uma das finalidades a preservação do meio ambiente, por meio da conscientização, principalmente das donas de casa, que são as pessoas que mais tem contato com o óleo.

Em sua encíclica Ladauto Si, o Papa Francisco escreveu que “nunca maltratamos e ferimos a nossa casa comum como nos últimos dois séculos. Mas somos chamados a tornar-nos os instrumentos de Deus Pai para que o nosso planeta seja o que Ele sonhou ao criá-lo e corresponda ao seu projeto de paz, beleza e plenitude.”

O Projeto Óleo Solidário coleta e descarta o produto de forma ecologicamente correta, para contribuir na diminuição do problema de contaminação do solo e da água. Segundo Edson Ferreira de Almeida, coordenador do Projeto Óleo Solidário, todas as paróquias de Londrina aderiram à causa. A coleta do óleo usado nos ecopontos é feita pela Sanepar, parceira no projeto.

Esse trabalho é de suma importância, pois quando o óleo de cozinha é jogado em ralos do esgoto ou deixado no quintal provoca danos irreparáveis ao meio ambiente e a rede coletora de esgoto da Sanepar. Quando o óleo chega aos rios ou nascentes forma uma nata que impede a oxigenação do manancial, provocando a impermeabilização do solo e tornando-o infértil.

O coordenador do projeto explica que a ITA Resíduos, uma empresa especializada em reciclagem de óleo de cozinha usado, compra o produto coletado e dá a destinação correta. A Cáritas utiliza o recurso arrecadado em seus projetos sociais.

Para colaborar com o projeto e o meio ambiente, guarde o óleo usado em garrafas ou recipientes plásticos bem fechados e deposite em um dos ecopontos distribuídos nas paróquias de Londrina.

Na Rainha dos Apóstolos o tambor para depositar o óleo está no estacionamento ao lado do portão de saída. 

Texto: Silvia Feliciano

Foto: Graciela Kenopk/Pascom