O sol mal tinha nascido naquela manhã de domingo quando as mulheres foram ao sepulcro e o encontraram vazio. Jesus havia ressuscitado no primeiro dia da semana (Mc  16, 1- 9). É esse momento que faz do domingo muito mais do o primeiro dia da semana.  O domingo é “o primeiro de todos os dias, a primeira de todas as festas, o Dia do Senhor”.

“A instituição do domingo contribui para que todos tenham tempo de repouso e de lazer suficiente para lhes permitir cultivar sua vida familiar, cultural, social e religiosa. Todo cristão deve evitar impor sem necessidade aos outros aquilo que os impedirá de guardar o dia do Senhor” (Catecismo da Igreja Católica, 2194).

A missa dominical está no coração da vida cristã e é dever de todo fiel participar da celebração.  Pois,  o domingo é o dia de “renovação da fé, do alimento espiritual, onde professamos a nossa fé”, afirmou Giulia Inês Ribeiro de Castro. Para Marcelino Francisco Alonso Trucillo é o dia de agradecer, de pedir proteção, bênçãos e saúde.  “É um momento da família”, comentou Roselaide Barbosa da Silva.  “É um dia para ficarmos mais próximo de Jesus, de sentir mais a fé, principalmente quando estamos na casa d’Ele”, disse Ricardo Silva Oliveira.

Nosso pároco, padre Bruno Áthila, lembra que o domingo deve ser um dia reservado ao descanso, ao louvar a Deus, para estar em família, mas o consumismo “roubou” o domingo de nós. Segundo ele, para resgatá-lo há muitas frentes para se trabalhar. “É com a criança e com a família usando muita criatividade. Usar meios para incentivar as pessoas a  participarem, pelo menos, da missa dominical. Às vezes, criando horários que facilitem”, afirmou.

O padre comentou que, em grandes centros, as missas que mais lotam são missas próximas do horário do almoço. “Aqui, as pessoas ainda preferem uma missa mais cedo para dar tempo de voltar para casa e preparar o almoço”, diz.

A liturgia da missa do sábado a noite já é dominical, pois segundo a cronológica litúrgica o domingo começa na véspera. “Se começava contar o dia no entardecer. Então, no entardecer do sábado já é domingo”, explica padre Bruno.

Importante que as pessoas participem e, principalmente, sintam-se responsáveis por incentivar outra pessoa a participar da festa do Dia do Senhor.  “Todo dia é importante, mas o domingo é especial. Não deixamos de vir. Sentimo-nos bem aqui”,  afirmou o casal Edna da Silva Cerrutto Venci e Juliano Cesar Venci.

“Quando não viemos a missa no domingo parece que falta alguma coisa. É como se faltasse um tijolinho. Então, faço o propósito ir na missa durante a semana”, disse Rodrigo Martins. Para ele e a mulher, Renata Martins, a missa dominical é o momento de agradecer pela semana que tiveram e de se abastecer pela semana que inicia.

Os horários das missas dominicais são: sábado às 19h30 e domingo às 7h30, 9h30 e 19h.

 

Dez mandamentos do domingo

Eu sou o dia do Senhor, teu Deus. Eu sou o Senhor dos teus dias.

1º  Não terás outros dias iguais ao meu. Não façais dos dias todos iguais. O domingo seja para ti, o dia livre de tudo para se tornar o dia livre para Deus e para todos.

2º Não vivas o domingo em vão: drogando-te com a televisão, alienando-te nas coisas fúteis, enchendo-te de tensão.

3º Recorda-te de santificar a festa, o domingo. Não fujas jamais da Assembleia Eucarística: o domingo é a páscoa da tua semana, o sol é a eucaristia e o coração é o Cristo ressuscitado.

4º Honra, tu, pai, e tu, mãe, o Grande dia com teus filhos! Mas sem imposição, nem mesmo aos pequeninos. Não façais que o domingo se torne um preceito difícil e asfixiante. Seja contagiante a tua alegria de ir à missa: isto vale mais que mil explicações.

5º Não assassines o domingo com trabalhos dobrados: não violes o domingo, não o negocie por um valor indigno.

6º Considera que o dia do Senhor é o momento máximo de intimidade entre Cristo e a Igreja: cultiva também a intimidade da tua família.

7º Não roubes o domingo a ninguém. Também não permitas que te roubem ou que seja roubado a alguém.

8º Não digas falso testemunho contra o domingo. Não fiques envergonhado de dizer aos teus amigos que tu não podes sair com eles porque vais à missa;

9º Não desejes o domingo dos outros: os ricaços, os boêmios, festeiros etc… Mas deseja compartilhar o domingo dos pobres, dos últimos e dos doentes.

10º Não vás à missa porque é festa, mas faze festa porque vais à missa.

Edna da Silva Cerrutto Venci e Juliano Cesar Venci

Casal Rodrigo e Renata Martins com os filhos

Ricardo Silva Oliveira