A celebração do dia 2 de setembro, um sábado, poderia ser apenas mais uma celebração do tempo comum em nossa paróquia, mas se tornou incomum por um detalhe inusitado, o número de sacerdotes no altar: seis.

A missa foi a primeira do neossacerdote Manoel Cardoso Filho em nossa paróquia, depois de sua ordenação em junho deste ano, no Sul da Bahia.

Manoel passou pelo Seminário São Vicente Pallotti e no ano passado fez trabalho pastoral em nossa paróquia. Ele disse que era com grande alegria que voltava à comunidade e agradeceu ao padre Pedro pela acolhida.

Além dele e do nosso pároco, também estavam no altar os padres Moacir, Bruno, Marcone e Daniel, estes dois últimos ordenados no mês de julho no Maranhão.

A paroquiana Ilda Gonzaga, que tem uma participação ativa na comunidade há 50 anos, diz que aquele sábado foi um dia histórico. Ela disse que já tinha visto até dois ou três padres em uma celebração do tempo comum, mas não seis como aconteceu naquele dia. “Isso foi motivo de alegria; fiquei encantada”, afirmou.

Mas não foi só isso: no final da missa, os seis sacerdotes ainda cantaram um “Salve Rainha” em latim em louvor à Maria. (Veja vídeo)

A missa terminou com a benção neossacerdotal do padre Manoel a todos os presentes.

Domingo de manhã

Na manhã de domingo, dia 3 de setembro, houve mais uma missa presidida por um neossacerdote em nossa paróquia. Desta vez foi o padre Luan Adilson Capellari, que havia sido ordenado há uma semana em Cambé. Ele está atuando na cidade de Martinópolis, no interior de São Paulo.

A série de missas com neossacerdotes em nossa paróquia começou dia 27 de agosto, com uma celebração do padre Emerson Cavalcante. Na quarta-feira, no Cerco de Jericó, a missa foi presidida por dois novos sacerdotes, os padres Marcone e Daniel Max.

Veja abaixo o vídeo e a galeria de fotos da celebração:

michael kors tasche blau michael kors tasche blau