A área geográfica delimitada no decreto de criação de nossa paróquia era bastante extensa. A divisa ao Norte era o Ribeirão Jacutinga, que fica acima dos Cinco Conjuntos; ao Sul, o Rio Taquara, que fica a cerca de 50 quilômetros da cidade; a Leste, os limites das primeiras paróquias desmembradas da Catedral; e a Oeste, o que corresponde hoje a toda esta região de Londrina e aos limites do Município.

Limites prováveis de nossa paróquia em 1958

Com tão extensa área, os primeiros padres contavam com a ajuda de outros sacerdotes palotinos para atender as capelas construídas por sitiantes e fazendeiros nas principais localidades da zona rural.

Já imaginando o crescimento de Londrina, dom Geraldo Fernandes, concedeu à Rainha dos Apóstolos, no decreto de criação, o direito de desmembrar-se em outras paróquias em seu território, o que foi cumprido em sua plenitude.

A Paróquia Nossa Senhora da Luz, do Jardim do Sol, foi a primeira a ser desmembrada. A sede da nova igreja foi uma escola primária construída pelo padre Guilherme Krause, em 1962. Esta paróquia foi inaugurada em agosto de 1966.

Em março de 1968, foram desmembradas a Paróquia Nossa Senhora da Boa Viagem, no Jardim Bandeirantes, e a Paróquia São Luiz, no distrito de São Luiz.

Em março de 1969, foi criada a Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora, também conhecida por Dom Bosco, e que se localiza na Avenida Maringá.

Em abril de 1973, foi criada a Paróquia Nossa Senhora Rainha do Universo, no Jardim Alvorada, entre as paróquias Nossa Senhora Auxiliadora e da Boa Viagem.

Com o surgimento dos conjuntos habitacionais na região Norte de Londrina, surgiu também a necessidade de se construir novas igrejas.

Em 1980, o padre Francisco Schneider aceita o desafio de construir uma capela no Conjunto Vivi Xavier, com a primeira missa sendo celebrada em 28 de janeiro de 1981.

A capela ficou pequena para atender toda a população, e uma nova igreja foi construída, agora no Conjunto Parigot III. nike air max günstig nike air max günstig