Foram três dias se preparando para festejarmos a nossa padroeira Nossa Senhora Rainha dos Apóstolos. A festa ocorre sempre na véspera de Pentecostes. Este ano, foi no dia 19 de maio. A Santa Missa foi presidida pelo padre Luana Capelani e concelebrada pelos padres Bruno Áthila, nosso pároco, e padre Pedro Ramos de Faria, nosso vigário. Após a missa, a comunidade saiu em procissão pelas ruas da comunidade.

Em sua homilia, padre Luan lembrou que o Pentecostes acontece pela intercessão de Maria, que reza e clama com os apóstolos, segurando as mãos deles e garantindo que a caminhada, apesar de difícil, continuasse. “Eles (apóstolos) a realizariam capacitados pela força do Espírito Santo. Maria é um canal de graça por aonde Cristo veio ao mundo e por onde o Espírito Santo entra em nossos corações”, afirmou o sacerdote.

LAICATO

Padre Luan ressaltou que quando São Vicente Pallotti mandou pintar o quadro da Rainha dos Apóstolos e pediu para colocar as mulheres no Cenáculo junto com os apóstolos, ele reconhece a participação do laicato no apostolado da Igreja. “Pallotti diz que cada um de nós, com nossas condições de vida e dons, devemos e podemos nos sentir responsáveis pela santificação da Igreja. Como uma paróquia palotina trazemos conosco o protagonismo leigo, o papel de missionários ativos de apóstolos na vida da comunidade”, disse o padre.

O dia da Padroeira começou com alvorada festiva, seguida pela reza das Litanias e por uma carreata pelas ruas do bairro. No domingo, Dia de Pentecostes, a comunidade se reuniu para um almoço festivo no Centro Comunitário.


pandora pendientes pandora pendientes