A Paróquia Nossa Senhora Rainha dos Apóstolos implantou a Catequese do Bom Pastor para crianças de três a 12 anos de idade. Criada em 1954, na Itália, a metodologia da Catequese do Bom Pastor segue a pedagogia montessoriana para ensinar a doutrina católica. Este modelo de catequese chegou ao Brasil entre 1995 e 1996 e tem se difundido entre as igrejas particulares do país.

A pedagogia montessoriana preconiza que o centro do desenvolvimento é a criança (sua habilidade e individualidade), por isso, o ambiente de aprendizado é preparado para as crianças. Desta forma, o espaço estimula a criança a se desenvolver física e psicologicamente.

A catequese tem três níveis. O primeiro é para crianças de 3 a 5 anos, o segundo de 6 a 9 e o terceiro de 9 a 12 anos de idade.  “A cada fase da criança foram desenvolvidos materiais e a catequese atende as necessidades da criança. Essa é uma das diferenças [da catequese tradicional]. O uso do ambiente, que não é um ambiente de sala de aula, e sim de uma escola montessoriana, mas o conteúdo é de doutrina católica”, explica Rodrigo Altair Silva Souza, coordenador da Catequese do Bom Pastor.

O ambiente da catequese não é uma sala de aula e favorece o aprendizado lúdico da doutrina católico – Crédito: Divulgação

O ensino catequético da Bom Pastor está centrado na parábola do Bom Pastor (Jo 10). “Na parábola do Bom Pastor você tem tudo. Os sacramentos, a liturgia, estão ali. Você tem a presença do Bom Pastor na missa. Você pode explicar a partir da parábola. Em cada nível temos mensagens principais que são trabalhadas”, diz o coordenador.

No primeiro nível é trabalhado o que a criança precisa saber sobre Jesus, “que Ele é Bom Pastor e elas são as ovelhas”, afirma Souza. São apresentados a parábola da ovelha perdida, o Salmo 23, o papel do sacerdote, a geografia bíblica. Fala-se sobre os acontecimentos do Natal (anunciação, visita a Isabel e nascimento), a Páscoa e tudo relacionado à missa. E nos níveis seguintes, a catequese vai se aprofundando.

Na Arquidiocese de Londrina, as crianças que participam da Catequese do Bom Pastor, quando completam nove anos precisam iniciar a catequese tradicional de Iniciação à Vida Cristã (IVC) para se prepararem para receberem os Sacramentos da Eucaristia e do Crisma.

SEM CATEQUISTAS

Atualmente, na paróquia há seis turmas de nível 1 e, segundo o coordenador da catequese, Rodrigo Altair Silva Souza, não há previsão de abertura de novas turmas, pois há carência de catequistas. Há apenas três catequistas com duas turmas cada.

Os catequistas da Bom Pastor precisam de uma formação específica. Parte da formação pode ser feita on-line e o restante de forma presencial. “Devo abrir um curso de formação, de forma intensiva, em julho”, afirmou Souza.

Catequista  Quem quiser se inscrever no curso de formação pode acessar o site  http://shorturl.at/ivAQ0

Novos catequizandos (de 3 a 5 anos): Formulário para pré-inscrição: https://forms.gle/fWP6LLTKZBzJBFim6