Você está aqui
Home > Notícias > Cerco de Jericó: Sete semanas de bençãos

Cerco de Jericó: Sete semanas de bençãos

A pregadora Jéssica Pieri encerrou o Cerco de Jericó 2018, organizado pelo Grupo de Oração Templo do Senhor. A missa da última noite foi presidida pelo padre Pedro Ramos de Farias, nosso vigário.

Foram sete semanas de pregação, adoração, entrega e do agir de Deus, por meio do Espírito Santo.  Este ano, além da adoração ao Santíssimo, houve caminhada com a Santa Cruz.

A cruz que é capaz de salvar, curar e libertar disse padre Pedro ao falar sobre Santa Rosa de Lima e sua frase: “Fora da cruz, não há outra escada por onde se suba ao céu.”

O vigário afirmou que para alguns a cruz é uma doença, um vício, a falta de emprego, mas é preciso ter confiança de que pela Cruz Jesus nos redimiu e assim, através dela podemos nos livrar dos nossos males espirituais, físicos e mentais.

O padre Cristiano Rodrigues de Jesus, pároco da Paróquia Santo Antônio (Decanato Cambé), que participou do quarto dia do Cerco, disse que Deus só entrar em nossas vidas para torná-las melhor e falou da necessidade de perseverança do cristão. “Que Deus nos dê a graça de não desistir. Não podemos abandonar a cruz na metade do caminho”, afirmou.

O Cerco de Jericó 2018 teve como tema “Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará (Jo 8,32) e contou, ainda, com a participação dos padres Bruno Áthila, nosso pároco;  Ademar Lorenzetti, pároco da Paróquia São João Paulo II; e Daniel Max, vigário da Paróquia Santo Antônio; além dos pregadores Ironi Spuldaro, Eduardo Pitarelo e Tonhão.

Artigos similares

Deixe uma resposta

Topo